Casa do alérgico

COMO DEVE SER A CASA DO ALÉRGICO:

A casa do paciente alérgico deve ser arejada e ensolarada. Deve ser evitando o uso de umidificadores ou outros produtos que exalem cheiros fortes.

O local que deve ser mais fiscalizado é o dormitório. Não se deve esquecer que cerca de 8 horas por dia são passadas neste aposento. Este é, portanto, o local mais importante da sua casa e também um dos ambientes mais contaminados por alérgenos.

Algumas medidas devem ser tomadas para evitar o contato do alérgico com os alérgenos. O maior número possível das medidas listadas a seguir devem ser observadas.

1) Evite tapetes, carpetes e cortinas no quarto de dormir. Dê preferência a pisos laváveis e cortinas do tipo persiana ou de material que possa ser limpo com pano úmido.

2) Camas e berços não devem ser colocadas lateralmente junto à parede.

3) Evite mofo e umidade, principalmente no quarto de dormir. Solução de ácido fênico 3% pode ser passada nos locais mofados, até uma resolução definitiva para eliminação da causa desta umidade.

4) Evite bonecos de pelúcia, almofadas e estantes de livros no quarto.

5) Evite travesseiros de paina ou penas. Use os de espuma revestidos com material plástico ou impermeável aos alérgenos (capa especial lavável que não impede a transpiração é comercializada em lojas para alérgicos).

6) Da mesma forma, utilize no colchão uma capa de material impermeável que possa ser limpa com pano úmido (capa especial lavável que não impede a transpiração é comercializada em lojas para alérgicos).

7) Evite vassouras e espanadores de pó (eles espalham a poeira deixando os alérgenos em suspensão no ar). Passe pano úmido diariamente na casa. O uso do aspirador de pó pode espalhar os alérgenos mais finos pela parte posterior (existem filtros especiais).

8) Evite o uso de talco, perfumes e produtos com cheiros (sachês). Afaste do ambiente do alérgico produtos inalantes e de cheiro forte como tintas, solventes, produtos de limpeza e inseticidas.

9) Evite banhos extremamente quentes. A temperatura ideal da água é a temperatura corporal.

10) Evite animais de pêlo. Animais ideais de estimação para crianças alérgicas são peixes e tartarugas. Caso não seja possível evitar os animais de pêlo, estes devem tomar banho pelo menos uma vez por semana e não devem de forma alguma permanecer no quarto de dormir. Deve-se lembrar que os antígenos de animais (pêlos, saliva e urina) podem permanecer na casa do paciente até 6 meses após a retirada do mesmo.

11) Evite desinfetantes e produtos de limpeza com odor forte. Prefira produtos em pastas, e sabão em pó para a limpeza de banheiro e cozinha.

12) Não use inseticidas em “spray” nem do tipo espiral.

13) Não fume. O fumo deve ser proibido em todo o ambiente domiciliar, tanto para o paciente quanto para os familiares, pois a inalação da fumaça de cigarro, mesmo que passivamente, pode provocar falta de ar. Esta medida é de difícil execução em locais públicos, porém, de fácil aplicação na casa do alérgico.

14) Verifique periodicamente as áreas úmidas da casa como banheiro (cortinas plásticas do chuveiro, embaixo das pias, etc.), cozinha e porão para evitar o aparecimento do mofo.

15) As roupas de cama devem ser lavadas com água quente (55°. C) para se eliminar os ácaros.

16) Dê preferência a vida ao ar livre. Esportes podem e devem ser praticados.

17) Agentes químicos para matar os ácaros ou denaturar as partículas alergênicas podem ser utilizados. É necessário a reaplicação dos acaricidas a cada 2 meses. Acaricidas contendo ésteres de ácido benzóico, polímeros de acrilato, cafeína, metil-perimifos e nitrogênio líquido têm sido propostos para o controle ambiental. No Brasil estão disponíveis apenas o benzoato de benzila e ácido tânico a 3%.

18) Desumidificadores do ar ajudam a controlar a umidade relativa do ar, porém podem ressecar muito o ambiente, podendo provocar crises de tosse irritativa e consequentemente piorar e/ou desencadear uma crise de asma. Atualmente existem aparelhos elétricos para reduzir a umidade relativa do ar que controlam a umidade desejada (por exemplo, umidade em torno de 50%) e com isto não ressecam o ambiente.

19) Filtros HEPA (Height Efficiency Particle Air) já podem ser encontrados comercialmente no Brasil e são eficientes no controle ambiental, uma vez que retém partículas com até 0,3 mm (sabemos que uma partícula fecal mede em torno de 10 mm). Apesar de eficazes não são acessíveis à grande parte de nossa população devido ao seu alto custo.

20) Aspirador de pó comum, geralmente retira as partículas maiores do ambiente, porém os alérgenos poderão estar sendo pulverizadas pela parte traseira do aparelho (as partículas alergênicas são tão pequenas que passam pelo filtro comum existente dentro do aparelho). Isto é particularmente importante não só para os antígenos do ácaro como os antígenos do gato doméstico, que são extremamente leves, podendo ficar em suspensão por longos períodos.

21) Os alérgico ao pólen, devem evitar locais como campo, jardins ou parques, durante os meses de polinização (primavera). Se for viajar de carro nesta época evitar as janelas abertas e não é recomendável andar de motocicletas ou bicicletas. Manter seu dormitório com as janelas fechadas à noite, procurando ventilar o ambiente nas primeiras horas da manhã.